BMW XM é SUV híbrido de até 750 cv com logotipo na janela e 100 lâmpadas de LED na cabine

Adam Scott
Adam Scott
4 Min Read

Maior, mais potente e provavelmente o mais caro. Essas são as credenciais do BMW XM, o novo SUV esportivo da marca alemã. E não é exagero dizer que o modelo é realmente esportivo. São 748 cv e 102 kgfm, mais do que qualquer outro carro produzido em série pela empresa.

As demais trazem números um pouco mais discretos, mas ainda surpreendentes. São 653 cv, sendo que 489 cv vêm do V8 4.4 biturbo a gasolina e outros 197 cv do motor elétrico. É isso mesmo, o XM é um híbrido – o primeiro da história da divisão Motorsport.

O SUV ainda traz a distinção de ser o primeiro carro desenvolvido pela BMW M em 44 anos, desde o lendário M1. Nas duas versões, o câmbio é automático de oito marchas. Segundo a BMW, o SUV de 653 cv acelera de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos. Os números do Label Red não foram revelados.

Há três modos de condução: Elétrico, Híbrido e eControl. No totalmente elétrico, o XM pode chegar a 140 km/h com autonomia de até 88 km, graças à bateria de 25,7 kWh – grande para um carro híbrido.

No design, o BMW XM é…. digamos, exótico. Seguindo a linha atual dos outros modelos de luxo, o novo SUV tem uma série de linhas ousadas, cortes retos e elementos que estavam presentes no conceito mostrado no fim do ano passado. Os faróis são divididos em dois. Porém, ao contrário de modelos com esse conceito, como Fiat Toro e Citroën C3, as duas peças são bastante afiladas.

A grade segue o estilo do duplo rim, tem tamanho avantajado e moldura dourada – elemento também presente no contorno das janelas e nas enormes rodas de até 23 polegadas.

A menção ao M1 está na traseira, com o logotipo da BMW estampado nas extremidades da janela – não há emblema na posição convencional.

Já a cabine traz a prancha que agrega a central multimídia de 14,9 polegadas e o quadro de instrumentos digital de 12,3 polegadas, assim como no iX e no novo Série 3. Mas o volante é exclusivo. A BMW ainda oferece quatro tipos de materiais para o acabamento, incluindo uma nova opção de couro.

Mas o ponto alto é o sistema de iluminação. São 100 luzes de LED que formam um desenho de prisma no teto. Os bancos são elétricos, obviamente, e com aquecimento, inclusive para os ocupantes da segunda fila.

A lista de equipamentos é recheada – a fabricante diz que o XM possui a maior seleção de assistências ao condutor já vista em um Motorsport. Há alertas de saída de faixa com correção no volante, frenagem automática de emergência, leitura de placas de trânsito, reconhecimento de semáforos, assistente automático de limite de velocidade e navegação ativa.

Share This Article