Carros seminovos chegam a valorizar 13% no Brasil em um ano; confira os preços

Adam Scott
Adam Scott
4 Min Read

Até veículos que saíram de linha subiram de preço; veja os modelos que valorizaram e os que perderam valor

Após dois anos de aumentos desenfreados nos preços — embalados pela pandemia e, depois, pela crise dos semicondutores —, o segmento de seminovos e usados caminha para a estabilidade. Ainda assim, alguns carros chegaram a acumular alta de até 13% em 2022.

É o que aponta o levantamento realizado pela consultoria automotiva Kelley Blue Book (KBB). Na prática, se um modelo 0-km saiu da loja no início do ano custando R$ 100 mil, já foi vendido por R$ 113 mil em dezembro, mesmo usado. Esse preço valorizado continua em vigor neste mês de abril, mas a situação tende a mudar. Ou seja, o segundo semestre deve trazer estagnação ou desvalorização.

Para montar o ranking abaixo, Autoesporte selecionou os três carros que mais valorizaram e os três que mais desvalorizaram em 2022 na faixa de até R$ 150 mil.

O Pulse é versátil, bem equipado e mais alto. Tem valor abaixo da concorrência, embora já parta dos R$ 100 mil, já que o preço teve aumentos desde o lançamento.

Renault Kwid
Tabela de valorização

Preço médio 0 Km jan./22: R$ 48.546
Preço de venda dez./22: R$ 52.181
Taxa de valorização: 7,49%
O facelift agradou e deu boa dose de modernidade ao compacto, que segue ostentando o título de “mais barato do Brasil”, mesmo custando R$ 70 mil.

Fiat Mobi
Tabela de valorização

Preço médio 0 Km jan./22: R$ 51.236
Preço de venda dez./22: R$ 54.408
Taxa de valorização: 6,19%
O tamanho do Mobi desaponta, inclusive os 215 litros do porta-malas, mas o carro traz o econômico motor 1.0 Fire de 74 cv e tem baixo custo de manutenção.

Mais desvalorizados
Volkswagen Voyage
Tabela de desvalorização

Preço médio 0 Km jan./22: R$ 80.386
Preço de venda dez./22: R$ 65.790
Taxa de desvalorização: -18,16%

O sedã saiu de linha no final de 2022, fato que deve ter feito seu preço cair. Porém, segue como opção de carro econômico e com bom espaço no bagageiro (480 l).

Peugeot 2008
Tabela de desvalorização

Preço médio 0 Km jan./22: R$ 112.425
Preço de venda dez./22: R$ 92.967
Taxa de desvalorização: -17,31%
Prestes a fazer oito anos, o 2008 perde pelo visual defasado e pela falta de equipamentos modernos. Prefira a versão turbinada, uma das mais potentes do segmento.

Citroën C4 Cactus
Tabela de desvalorização

Preço médio 0 Km jan./22: R$ 105.062
Preço de venda dez./22: R$ 88.924
Taxa de desvalorização: -15,36%
Embora careça de equipamentos mais modernos, o C4 Cactus ainda é uma boa compra em suas duas versões (1.6 aspirado de 118 cv ou 1.6 turbo de 173 cv).

Qual é a tendência para 2023?
De acordo com porta-vozes do setor e dados levantados pela Kelley Blue Book, o cenário de preços para o ano de 2023 é de estabilidade e de uma leve queda entre os usados e seminovos. Em fevereiro, por exemplo, todos os seminovos e usados até 10 anos registraram retração no preço.

A Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), entidade que representa os lojistas e marcas revendedoras de usados, projeta uma pequena deflação de até 3% para o usado nos próximos meses.

“O que pode acontecer no primeiro semestre é que a velocidade de queda dos preços não seja mais tão acelerada porque já vemos um aumento nas vendas em janeiro e fevereiro deste ano em relação a 2022. Os preços começaram a se acomodar e o próprio mercado também”, afirma Enilson Espínola Sales, presidente da federação.

Share This Article