Motonic investe em serviço de assinatura para manutenção de motos

Adam Scott
Adam Scott
5 Min Read

Fundada em 2021, a startup curitibana Motonic vem surfando na ascensão do mercado de motocicletas no Brasil para apostar em novos negócios para o mercado de duas rodas. E no momento uma de suas principais apostas é o Motonic Pass, primeiro serviço de manutenção de motos por assinatura do Brasil.

Segundo a companhia paranaense, a solução permite que motociclistas tenham acesso a diversos serviços de manutenção em sua motocicleta a um preço inferior ao que seria cobrado se fossem executados separadamente.

A empresa tem como alvo os nichos de baixa e média cilindrada, que respondem por mais de 95% do mercado no Brasil. E entre os serviços inclusos no novo serviço da Motonic estão troca de óleo do motor, troca de kit relação, manutenção de freios, filtros, troca de pneus e revisão periódica.

“Uma grande vantagem da manutenção periódica com assinatura, claro, é a economia, além do aumento da vida útil da própria moto. Mas nossa preocupação central é a segurança do motociclista, e o equipamento bem cuidado é uma ferramenta para isso, pois a falta de manutenção é uma das principais causas de acidentes”, explica o CEO da empresa e um dos idealizadores do Pass, Rodolpho Marques do Carmo.

Como assinar o Motonic Pass?
A empresa informa que em seu site, é possível fazer simulações que mostram o comparativo de gastos com a utilização do Pass e com serviços avulsos. Segundo a Motonic, em um dos planos que contempla peças, revisão e um capacete, a economia pode passar de R$ 1.000 por ano, dependendo do modelo de motocicleta.

Além disso, os assinantes contam com um aplicativo web onde conseguem acompanhar seus créditos, últimas trocas realizadas e realizar agendamentos para efetuar os serviços de forma mais rápida, além de serem notificados pela Motonic sobre próximas trocas e informações gerais sobre seu plano, tudo de forma automática.

Por fim, o assinante do Motonic Pass também conta com descontos em todos os produtos vendidos pela Motonic, tanto no site como na loja física anexa à oficina – de pneus a capacetes e capas de chuva.

Aporte de R$ 5 milhões para expansão dos serviços
A Motonic surgiu como braço de inovação da Magnetron, indústria que há mais de 60 anos desenvolve e comercializa componentes elétricos e mecânicos para motocicletas. Com o background da tradicional empresa e a capacidade inovadora da sua equipe, a Motonic acaba de receber capital seed do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul dentro do BRDE Labs, programa criado para apoiar empresas inovadoras e acelerar o desenvolvimento da região SUL.

O aporte financeiro, de R$ 5 milhões, será utilizado no aperfeiçoamento tecnológico da solução, além de novas unidades físicas para a execução dos serviços. Além disso, a startup também passa a fazer parte da Hotmilk, ecossistema de inovação da PUC-PR que já acelerou e incubou mais de 350 novos negócios.

Rodolpho revela que o próximo passo é a expansão dos pontos físicos de atendimento e o desenvolvimento da plataforma digital. “Nossa ideia central é desenvolver produtos e serviços para melhorar a vida dos motociclistas. Queremos criar relações duradouras com as pessoas, independente do modelo da moto ou da atividade que exercem”, afirma Rodolpho.

Inovação também nas instalações e no atendimento
Em suas instalações no bairro Parolin, em Curitiba, a empresa é ambientalmente correta ao cuidar do descarte correto de óleo, fluídos e baterias.

Com uma equipe formada por uma maioria feminina, a Motonic conta com atendimento personalizado para mulheres, incluindo em sua equipe uma experiente mecânica pronta para orientar e atender às suas clientes. “É um ambiente diferente de qualquer outro ambiente voltado para motociclistas. É um lugar onde as pessoas gostam de estar”, finaliza Rodolpho.

Share This Article