Dia do Motociclista: número de brasileiros que andam de moto cresce 48% em 10 anos

Adam Scott
Adam Scott
4 Min Read

A quantidade de brasileiros que encontram nas motocicletas, motonetas e scooters uma opção de mobilidade prática e econômica não para de crescer. Hoje, 27 de julho, comemora-se o Dia do Motociclista no Brasil e cada vez mais pessoas têm motivos para comemorar.

Afinal, nos últimos dez anos, o País ganhou 12 milhões de novos motociclistas. Em 2013, havia 24,9 milhões de pessoas habilitadas a pilotar motos. Em 2023, existem 36,9 milhões de motociclistas, ou seja, portadores da Carteira Nacional Habilitação (CNH) na categoria A, o que representa aumento de 47,9% na última década. Os dados são da Abraciclo, associação que reúne os fabricantes de motocicletas do Brasil.

O número de novos motociclistas reflete também o crescimento na venda e produção de motos no País. Só neste ano, já foram vendidas 779.707 unidades, aumento de 22,4% na comparação com o primeiro semestre de 2022. Com o alto preço dos automóveis, o combustível caro e o trânsito nas grandes cidades, cada vez mais brasileiros enxergam nos veículos de duas rodas seu principal meio de transporte.

Novos motociclistas ganham tempo

Morador de Fortaleza, o analista comercial Robson Santos tirou sua habilitação em janeiro deste ano e comemora o ganho de tempo no seu dia a dia. “Agora, levo 10 minutos para chegar ao escritório. De ônibus, dependendo do trânsito, gastava cerca de 35 minutos”, conta Robson.

Além de usar a moto para ir e voltar do trabalho, o analista comercial ainda pega a estrada para visitar a família. “Também uso para visitar os parentes em Itapiúna, cidade onde nasci e que fica a 120 quilômetros da capital. Chego mais rápido e aproveito melhor o tempo para matar a saudade”, completa.

Já a acreana Patrícia Gomes Borges tirou sua CNH para moto em março deste ano. Residente em Manaus (AM), Patrícia agora diz que só usa a moto para se deslocar diariamente.

Entretanto, a administradora de empresas já faz planos mais ambiciosos. “Pretendo viajar e conhecer outros locais, como Itacoatiara, por exemplo. Pegar uma estrada será um misto de liberdade e empoderamento”, afirma. Nada melhor do que comemorar a liberdade no Dia do Motociclista.

Mulheres motociclistas crescem 78% em dez anos

Patrícia representa uma parcela da população que não para de crescer: a de mulheres motociclistas. Atualmente, um em cada quatro brasileiros habilitados para conduzir motocicletas é do gênero feminino. As mulheres já representam 24% das pessoas aptas a dirigir veículos motorizados de duas ou três rodas.

Segundo dados da Abraciclo, o número de mulheres motociclistas aumentou 78% nos últimos dez anos. Em 2013, 5 milhões de pessoas do gênero feminino tinham CNH na categoria A. Em 2022, atingiram a marca de 8,9 milhões. Entre os homens, nesse mesmo período, o aumento foi de 40,7%, passando de 19,9 milhões para 28 milhões de habilitados.

Por outro lado, a paulistana Juliana Iemanjara faz parte de outro grupo: os brasileiros que têm a moto como ferramenta de trabalho. Há cinco anos, ela trabalha como entregadora com motos em aplicativos. Segundo ela, dessa forma é possível organizar melhor o dia a dia para cuidar dos filhos Isis, 8 anos, e Zaki, 4 anos. Além de pegar uns bicos para trabalhar em eventos. “Antes, trabalhava num escritório. Hoje tenho mais liberdade”, comemora. Então, vamos comemorar: Feliz Dia do Motociclista!

Share This Article