Motos elétricas no Brasil

Adam Scott
Adam Scott
2 Min Read
Fernando Siqueira Carvalho

Fernando Siqueira Carvalho diz que os novos modelos de motos podem ser uma ótima opção para quem procura mobilidade, praticidade, economia e ainda se preocupa com a sustentabilidade. A única desvantagem é o preço, pois essas belezinhas podem ficar entre R$ 9.400 e R$ 22 mil.

Com a crescente popularidade dos temas de mobilidade, grandes empresas mudaram o rumo de seus produtos para melhor atender o mercado. Os carros elétricos são uma solução que se tornou cada vez mais acessível ao longo do tempo. Nessa lógica, as empresas de motocicletas têm investido na produção de motocicletas elétricas, inclusive no Brasil.

Após a chegada dos carros, é a vez das motocicletas conquistarem os consumidores. Com isso, Fernando Siqueira Carvalho diz que as motos elétricas cedidas pelo Brasil atendem a diversos públicos. Embora algumas sejam scooters, algumas são motocicletas tradicionais. Então, veja três modelos interessantes.

1.Energie Mobi Super Soco TC: essa motocicleta faz uma releitura dos modelos dos anos 50. Porém, ela vem para o mercado com sistema de freio CBS combinado, disco de freio dianteiro de 240 mm, disco de freio traseiro de 180 mm e frente de pinça do pistão duplo.

2. Muuv Custom S: É um modelo que mistura uma custom com estilo dragster e uma solução urbana que se assemelha, talvez, a um patinete elétrico. Dessa listinha, Fernando Siqueira Carvalho diz que é a única que não se configura como motocicleta e ciclomotor, logo, pode simplesmente comprar e sair andando, sem precisar de CNH.

3. Magias Italiane Maranello: Magias Italiane é uma importadora localizada em Camboriú, Balneário, Santa Catarina, e colabora com diversos parceiros de negócios em todo o mundo. Entre os diversos produtos, a linha de frente são os scooters. No Brasil, a marca trouxe também a motocicleta elétrica Maranello 2000, que leva de 6 a 8 horas para carregar na tomada tradicional de 110V, com velocidade de 60 km.

Share This Article
Leave a comment

Deixe um comentário